quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Os Dez Fatores da Vida

"A cada momento nossas vidas se expressam através do que o Budismo descreve como os Dez Mundos, que funciona como um filme projetando imagens quadro a quadro.
Os Dez Mundos são os Dez Estados de Existência
Inferno
Fome
Animalidade
Ira
Tranqüilidade
Alegria
Erudição
Absorção
Bodhisattva
Buda.
Outra série de dez - Dez Fatores, descreve o funcionamento de nossas vidas dentro do contexto dos Dez Mundos e como nós manifestamos as mudanças de um momento para outro.


Os Dez Fatores são descritos no 2º Capítulo do Sutra de Lótus, onde o Buda Sakyamuni revela a Sharihotsu:
"A verdadeira entidade de todos os fenômenos somente pode ser compreendida e partilhada entre os Budas. Essa realidade consiste de aparência, natureza, entidade, poder, influência, causa interna, relação, efeito latente, efeito manifesto e consistência do início ao fim."
É a parte final do capítulo Hoben que repetimos por 3 vezes no Gongyo da manhã e da noite:
Nyo-ze-so - Aparência
Nyo-ze-sho - Natureza
Nyo-ze-tai - Entidade
Nyo-ze-riki - Poder
Nyo-ze-sa - Influência
Nyo-ze-in - Causa Interna
Nyo-ze-en - Relação
Nyo-ze-ka - Efeito Latente
Nyo-ze-ho - Efeito Manifesto
Nyo-ze-hon-ma-ku-kyo-to - Consistência do início ao fim.
Os 3 primeiros fatores - Aparência, Natureza e Entidade constituem a própria vida em si.
Aparência descreve o visível, o aspecto exterior de tudo, como nossa expressão facial e comportamento. Aparência representa os aspectos físicos ou materiais da vida.
Natureza é a parte invisível, as qualidades internas e tendências da vida, como por exemplo nosso ânimo e carácter. Natureza portanto representa os aspectos espirituais da vida.
Entidade significa a vida por inteiro ou a própria essência da vida, onde os aspectos materiais e o espirituais são manifestados.
O resto dos dez fatores descrevem o funcionamento da vida e suas características.
Poder é a capacidade latente da vida.
Quando esse poder latente se manifesta, é chamado de Influência.
Causa Interna ou Causa Inerente se refere às nossas orientações cármicas ou tendências formadas pelas nossas ações passadas, isto é, nossos pensamentos, palavras e ações. Se relaciona às causas internas ou carmas ativos no momento que nós exercemos Influência no nosso ambiente.
Relação é como nos lidamos com circunstâncias externas, através da qual a Causa Interna se manifesta. Neste sentido Relação pode ser vista como causa externa.
Efeito Latente é resultado simultâneo na vida de alguém, quando a Causa Interna age em Relação a um evento externo. Entretanto, o Efeito Latente ainda não é manifestado.
Quando um Efeito Latente se torna visível, é chamado de Efeito Manifesto. Ou seja, o Efeito Manifesto ocorre pois a Causa Interna, Relação e Efeito Latente juntos constituem uma causa.
Consistência do início ao fim significa que Aparência, Natureza, Entidade, Poder, Influência, Causa Interna, Relação, Efeito Latente e Efeito Manifesto expressa a condição da vida em qualquer momento em particular.


Por exemplo, quando um médico diz ao um paciente que ele tem uma doença muito séria, o desespero pode ocorrer. O paciente pode ficar pálido (Aparência), e ele pode se sentir depressivo (Natureza). O corpo e a mente, na sua existência completa (Entidade) expressa um estado de sofrimento. Assim suas emoções oscilam (Poder) fazendo ele entrar (Influência) no Estado de Inferno . Este condição pode ser explicada da seguinte maneira: Depois de ouvir o diagnóstico (Relação) o medo de doenças (Causa Interna) desenvolvido através de experiências passadas, vem à tona. O medo latente do paciente surge e ele se sente sem esperanças (Efeito Latente). Se torna ansioso, começa a suar frio e a respirar pesadamente (Efeito Manifesto). Assim que ele ouviu a desafortunada notícia sobre a sua saúde, todos os aspectos de seu inteiro ser manifestaram consistentemente o estado de Inferno (Consistência do início ao fim).
Mas se o mesmo paciente receber a notícia que a doença que ele tem não é nada de grave, ele deve experimentar o estado de Alegria.
O estado ou condição de vida que manifestamos em cada momento determina como nos relacionamos com o nosso ambiente. Num nível profundo, não é o nosso ambiente ou circunstâncias externas que determinam nosso estado de vida, mas a natureza da nossa relação com o nosso ambiente.
O Dez Mundos são potencialidades dentro de cada um de nós.
Como experimentamos o mundo, entretanto, é extremamente variável de pessoa para pessoa.
De acordo com o Budismo, como nos relacionamos com o ambiente não depende apenas como vivemos nessa vida, mas também como temos vivido nas nossas vidas passadas.
Nossas orientações cármicas de ações passadas, os nossos hábitos diários, constituem as causas inerentes.
Assim nós as vezes reagimos automaticamente, positivamente ou negativamente, a estímulos do nosso ambiente.
Nossas reações ao nosso ambiente na maioria das vezes vão além do controle consciente ou mesmo da compreeensão intelectual. É difícil de explicar porquê detestamos alguns animais ou insetos ou nos sentimos atraídos ou repelidos por certas pessoas.
O conceito dos Dez Fatores portanto, nos ensina a importância de desenvolvermos bons hábitos cármicos em nossas vidas para que possamos consistentemente ter Relações positivas com os acontecimentos no nosso ambiente, independente de qual sejam.
Não importa quão adversa a situação possa estar, se nossas tendências cármicas estão firmemente sustentadas pelos estados de Bodhisattva ou Buda, podemos transformar qualquer obstáculo em crescimento pessoal.
Sem tal embasamento, nós tendemos a reagir negativamente à situações negativas, causando assim mais confusão e sofrimento em nós mesmos e em outras pessoas.
A nossa prática Budista, recitar o Gongyo e Daimoku todos os dias pela manhã e ao anoitecer, e encorajar outros a adotarem também a prática, é a chave para o desenvolvimento de hábitos felizes ou "causas inerentes" e a solidificação dos estados de Bodhisattva e Buda.
Nam myoho renge kyo."
Texto compilado de matérias de estudo do Bloco Mandala, da BSGI, Barra, RJ - livro Fundamentos do Budismo - 2004

17 comentários:

Tania Rocha disse...

adorei a tua pagina....sou budista e pratico ha 7 anos na Italia. Parabens e te agradeço pelo esforço. enviarei a tua pagina para alguns amigos. Tania Rocha

Cesinha Chaves disse...

Tania, eu que agradeço por você divulgar o blog. Nós que somos budistas praticantes em rumo ao Kossen-Rufu já temos como hábito dividir a nossa felicidade e fé com todas as pessoas!

Boa sorte!

Mauro Luiz disse...

Valeu Cesinha!!
Já estou praticando!!
Baixei o MP3 Daimoku.
Gostei de mais da reunião!
Aguardo a próxima!
Abraço!
Mauro Luiz!

kelly disse...

Cesinha, você me ajudou muito com a nossa conversa, sei que tudo em minha vida está sendo iluminado desde quando você me apresentou a verdadeira paz. obrigada, Kelly

Anônimo disse...

Adorei sua página...Meu email é monicaclabonde@gmail.com

samira disse...

Muito boa! Sempre achei complicado os Dez Fatores, mas lendo seu artigo, compreendi mais.
Parabéns!

ney disse...

Conheci hoje( 21/07/09) esse trablho/blog e queria parabenizar o criador pelo brilho em realiza-lo

ney

meu email é zildeneis@globo.com

Silvia disse...

Excelente blog! Me ajudou a ter mas ânimo para retomar minha prática, que infelizmente está parada...
Abraços!

francisco disse...

Parabens cezinha, sou budista ha 20anos e só agora descobri seu blog sem querer. Estava procurando na internet algo sobre a nona consciencia e dei de cara com essa maravilha que é seu blog. Um crande abraço!!!!

marcelo disse...

Caro amigo,sou Marcelo Almeida e moro no Estado do Amzonas, sou budista há 02 anos, porém, com pouca pratica devido viajar muito, entretanto adorei a sua página que é de grande valia para todos nós budistas, que a sabedoria e a boa sorte esteja sempre presente por toda eternidade e obrigado por tudo.

um forte abraço.

Nam-myoho-rengue-kyo...

Ana Paula disse...

Oi Cesinha,

Parabéns por sua prática budista que tanto tem nos ajudado. Não resisto em entrar no seu Blog diariamente! É muito bom!!!!
Nam myoho rengue kyo, sempre.

Diário Meu disse...

Voce escreve maravilhosamente e de forma clara. Super bem organizado, de uma forma fácil de entender até o mais complexo
Ter te encontrado é um presente!

beijo grande

Inês

ines.leoa@yahoo.com ( também é messenger )

JOELMA disse...

Oi ....como esta eu já pratico a 16 anos ,já li sobre os dez fatores achei complexo, mais agora li o seu blog deu para entender ,muito bom mesmo aplicarei na minha vida dia a dia é assim que no budismo ensina. O ser humano acaba fazendo causa negativa sem percebe de "pensamento ,palavras e ações" e não sabe porque está sofrendo passando por certa situações....
Parabens!! bem explicado e muito obrigado


Joelma
Nam-myoho-rengue-kyo
e muita boa sorte

Angela Mary disse...

Olá Cesinha. Sempre entro na sua página mas nunca deixei 1 coment.
Porém hj é um dia muito especial pra mim pois recebi o Gohonzon e senti vontade compartilhar essa alegria contigo. Amanhã será feita a consagração aki em casa. Sei q ainda tenho muito q aprender, mas desde q passei a frequentar as reuniões aki na cidade onde moro e a recitar o Nam-Myoho-Rengue-Kyo, q senti a transformação na minha vida, principalmente a paz interior q eu sempre buscava e não encontrava.
Parabéns pelo seu lindo trabalho viu. Um grande abraço...

Angela Mary (amarygil@bol.com.br)

nani disse...

olá CESINHA,ADOREI CONHECER A TRADUÇÃO DO GONGYO ME FEZ TER MAIS FÉ AINDA SABENDO O QUE ESTOU ORANDO,SOU PRINCIPIANTE MAS TENHO MUITA VONTADE DE APRENDER E SEGUIR OS ENSINAMENTOS.ESTIVE UM POUCO PERDIDA MAS SEI QUE O DAIMOKU VAI ME AJUDAR.OBRIGADA,GOSTARIA DE MANTER CONTATO NANI.NILDETENUNES@GMAIL.COM.

Anônimo disse...

Boa noite, Cesinha.. Estou internado em uma clínica de reabilitação e minha advogada me incentivou a me aprofundar no budismo e na prática diária do Nam Myoho Rengue Kyo.. sou completamente leigo, estou tendo uma ressossialização da clínica hoje e esta prática está me ajudando muito a me controlar e controlar meus pensamentos, consequentemente me mantendo limpo.. Conte com minhas visitas assim que eu sair de lá com alta.
Abraços! Junior
junior.tjs@live.com

Cesinha Chaves disse...

Junior, considere isso como uma oportunidade de permear a sua vida com a Lei Mística da Causa e Efeito!
Nada é por acaso. A sua Advogada foi a pessoa que lhe apresentou à Lei? 
isso não é acaso, pode crer!
Tudo é causa e efeito!
A recitação do Nam-myoho-rengue-kyo provoca uma transformação interna muito grande, fazendo brotar a Sabedoria e Benevolência latente em cada um - que chamamos de Estado de Buda - vamos entrando cada vez mais em sintonia com o Universo, a nossa pequena engrenagem se encaixa no Todo
e começamos a alavancar com mais facilidade nossos rumos.
A nossa vida é formada por pensamentos, palavras e ações - que geram efeitos, que são o nosso carma (carma quer dizer ação).
Ou seja, agimos de acordo às causas por nós cometidas, desde o tempo sem início e fim. 
Assim, para mudarmos o carma, temos de mudar as causas que fazemos - mudar como fazemos as coisas, como reagimos a certas situações, como vivemos.
É impossível alguém conseguir consequências diferentes fazendo tudo da mesma forma.
Nessa é que o Budismo de Nitiren entra com força total, pois a sua prática é para revolucionar o aqui e agora - sempre!
Através da prática constante a "Sabedoria do Buda" automaticamente passa a se manifestar cada vez mais constantemente na nossa vida.
Isso não quer dizer que os efeitos de causas passadas irão desaparecer como por mágica,e sim que vc passa a ter todas as condições de superar as adversidades que surgirem e assim re-escrever hoje uma nova história, com um fim novo fim. 
Isso é a transformação do carma!
Na nossa prática, diariamente reforçamos as nossas determinações e cursos diante da vida e perseguimos nossos objetivos até o fim, até a vitória total!
Budismo é formado pelo tripé prática, fé e estudo, os conhecimentos são passados de pessoa a pessoa nos blocos de estudos, que acontecem em casas de budistas veteranos, orientados pela BSGI, que é a organização que vem propagando o Budismo de Nitiren Daishonin no Brasil e em mais 192 países.
O bloco é a célula onde se vive e se aprende o budismo do dia a dia onde são estudados os princípios budistas, as cartas e escritos de Nitiren, sempre orientados por veteranos na prática.
Seria interessante você começar a frequentar assim que puder um bloco de estudos para se desenvolver no Caminho do Meio, com todo o apoio necessário.
Para isso é só entrar em contato direto com a BSGI, departamento de organização, pelo 0800 11-61 22, ou em SP (011) 3274-1800  ou RJ (021) 2480-6300 ou pelo email informacoes@bsgi.org.bre perguntar por um bloco perto de vc.
Estamos entrando em recesso devido às festas do fim do anoe retornamos na 2a semana de Janeiro.
Me mantenha informado do seu progresso, OK?
No mais continue recitando o Daimoku, 2 X por dia, quanto mais, melhor,
e não hesite em entrar em contato caso necessite sanar alguma duvida ou questão!
Grande abraço e boar sorte, sempre!