domingo, 28 de junho de 2009

Sobre os nossos objetivos

"Um estudante admitiu não saber ao certo orar ao Gohonzon; ele queria saber se deveria orar por apenas um objetivo de cada vez – esperando que essa oração fosse respondida antes de passar para o próximo – ou se é correto orar por vários objetivos ao mesmo tempo.
Podemos orar para conseguir quantos objetivos quiserermos. Uma pessoa que possui muitos sonhos e desejos deve orar para conseguir quantos objetivos quiser. Uma pessoa que possui muitos sonhos e desejos deve orar sinceramente para concretizar cada um deles. O budismo é razão."
Fonte - Texto cedido por Doralice e Paulo, Bloco Lagoa Mar, da BSGI

20 comentários:

Anônimo disse...

pode fazer o daimoku de olhos fechados ? gabrielle11_loka@hotmail.com

Cesinha Chaves disse...

Gabrielle

Você deve ficar de olhos abertos, focados no Gohonzon.
Se você ainda não tem o Gohonzon, fixe os olhos num ponto sem distrações e repita o mantra.
Concentre-se no ponto e use a sua voz como guia para afastar os pensamentos que saltitam pela mente nessa hora.
Ouça o Daimoku saindo da sua boca e foque no som do Nam myoho rengue kyo, procurando falar cada caracter com clareza.
Assim vc irá mais facilmente se desligando dos pensamentos.

Porque não fazer de olhos fechados?
Temos 10 fatores na vida, os 3 primeiros são Aparência, Natureza e Entidade.
Aparência é a parte que vemos, o externo, visível e tangível.
Natureza é a parte que não vemos, nem pegamos, mas sentimos.
A fusão da Natureza com a Aparência é que faz surgir a Entidade.
Ou seja, somos formados por uma parte exterior e uma interior, podemos assim dizer.
Se fecharmos os olhos durante o Daimoku, a nossa Entidade não estará "completa" pois estaremos "anulando" o exterior, a Aparência.

Zuza disse...

Oi Cesinha, tudo bem? oLha, eu sou de SP e moro em Pinheiros; eu pesquisei na internet e cheguei até o site do BSGI, onde achei aLguns endereços perto daqui para estudar o Budismo. O que vc acha? Um abraço e uma ótima semana :)
http://www.bsgi.org.br/

Cesinha Chaves disse...

Zuza
Chegou ao lugar correto! A BSGI é que coordena as nossas atividades no Brasil, é filiada a SGI, e estamos em 192 países e continentes! Pode procurar um bloco perto de você, que o caminho é esse mesmo. No grupo de estudos você vai travar contato com o Budismo vivo e vai ter todas as dúvidas respondidas pelos veteranos!
Que ótimo!
Boa sorte e por favor me mantenha informado dos seus progressos!

Zuza disse...

Querido Cesinha, quando começamos a fazer o Mantra, as coisas podem "piorar", como se estivessem sendo removidas da vida da pessoa? Notei que isso têm acontecido, mas pensei que pode ser um processo de Limpeza peLo quaL posso estar passando para que tudo meLhore de vez. É isso mesmo? Estou um pouco abaLada emocionaLmente, mas vou continuar a praticar o Daimoku, pois tenho certeza que sairei mais fortaLecida dessa fase. Não fui ainda atras da BSGI, mas vou ainda essa semana sem faLta.
Um abraço e tudo de bom, amigo :)

Cesinha Chaves disse...

Zuza, veja como o Daimoku já te deu sabedoria, você mesmo apontou o que está acontecendo! Ninguém sabe o tamanho do "saco" de carma que carregamos. Todos os efeitos são simultaneos às causas, mas nem todos se manifestam na hora, e ficam latentes dentro de nós e volta e mais esses se manifestam. Com o Daimoku você vai "limpando" o carma que vai se manifestando de forma mais branda, e você vai adquirindo mais sabedoria para lidar com cada caso. Daishonin nos lembra que o Inverno sempre vira Primavera. Diz também "Jamais permita que os impasses da vida o pertubem. Afinal, ninguém pode escapar dos problemas, nem mesmo santos ou sábios" Ou seja continue com a prática que ela é que vai lhe dar a sabedoria e força, e com coragem você enfrentará toda e qual quer adversidade. Procure logo um bloco na BSGI, ou, se preferir, eu mesmo busco para você. É só me passar seus dados (idade, cidade e bairro) que eu procuro, OK? cexa21@gmail.com
Boa sorte, sempre!

Anônimo disse...

Gosto do blog...
sonia.duarte@brturbo.combr

Caroline disse...

Olá, meu nome é Caroline, sou de MT e tenho lido muitas coisas ultimamente sobre o budismo de NItiren Daishonin, comecei a praticar o daimoku, mas tenho a impressão que continuo com o mesmo vazio antes de fazer. Queria saber se vc poderia me informar se em Cuiabá tenha um lugar que eu possa ir e caso tiver, como eu faço pra entrar em contato com eles para saber os dias das reuniões.Eu ando muito desanimada ultimamente, sem vontade nem de sair de casa pra NADA....
Obrigada pela atenção

Cesinha Chaves disse...

Olá Caroline.
Vou procurar contato para reuniões aí em MT. Por enquanto leia essa matéria: A importância da determinação . Não desanime, pois a vida é o que você faz dela!

Caroline disse...

Obrigada Cesinha, vou continuar praticando com certeza. Gostei muito do texto e do seu blog também...obrigada mesmo pela atençao...não vou desanimar....
abraços

3 L´s disse...

OI Cesinha tudo bem? Nos conhecemos na reuniao das quartas na Barra. Estou passando uma temporada num país muçulmano, Bahrain, porém não rígido. Procurei por aqui alguma reunião, mas não consegui encontrar. Será que existe? Será que você pode me dar uma ajuda. Tenho vários "chacobucos", apesar de ter apenas 5 meses que conheço o budismo. Beijos Lu

Cesinha Chaves disse...

Lu, tenta contato pelo site da SGI http://www.sgi.org/
Bjks e boa sorte!

Parceira da Terra disse...

Por que ao oferecermos incenso ao Gohonzon devemos posicioná-lo de forma que queime da esquerda para a direita?

Cesinha Chaves disse...

Parceira da Terra, o que me foi explicado certa vez é que essa é a direção da "vida", da mesma forma que escrevemos (pelo menos aqui no Ocidente).
Grande abraço e boa sorte!

Bruna Romano disse...

Oi Cesinha. Eu ou budista a pouco tempo e estou com problemas para determinar meu objetivos, sinto que eles não ficam tão esclarecidos. Como faço para mudar isso? Obrigada desde já, abraço.

Cesinha Chaves disse...

Bruna procure focar nas soluções, e não nos problemas. Vc deve visualizar a situação já resolvida. Se vc focar nos problemas, estará usando a estratégia de um mortal comum, pois vc vai ficar remoendo os problemas durante o Daimoku e vai continuar a não achar solução.
Se vc focar na solução e só pensar, falar e ouvir Nam myoho rengue kyo,
esta sim é a estratégia do Sutra de Lotus. Experimente essa forma de encarar e, se possível, me mantenha informado.

Ana Juliani Morari disse...

Cesinha,


também gostaria de saber se há alguma reunião em Cachoeira do Sul no Rio Grande do Sul.

Cesinha Chaves disse...

Ana, as informações sobre os blocos, você mesmo pode conseguir entrando em contato direto com a BSGI, departamento de organização, pelo 0800 11-61 22, ou em SP (011) 3274-1804 ou pelos emails informacoes@bsgi.org.br, antonio.junior@bsgi.org.br ou tiemi.kuroiwa@bsgi.org.br
É só perguntar por um bloco de estudo perto de você.
Por favor, me mantenha informado se conseguiu, OK?
Me envie o seu email para ver se ajudo com a sua dúvida.
[ ]s

Rafaela Chaves disse...

Ainda nao tenho gohonzon
Sera q posso anotar meus objetivos e fixar olhar no papel?

Cesinha Chaves disse...

Rafaela, aproveite a oportunidade e desafie o Daimoku. Assim você tem uma boa oportunidade de por a prova a eficácia da prática!
Pode anotar as suas determinações, leia antes e depois de recitar na manhã e na noite o Nam myoho renge kyo.
Procure um local agradável, onde vc fique confortável, de preferência diante a uma parede lisa, sem distrações. Foque num ponto e recite o Daimoku.
Na hora da recitação, procure só pensar no Nam myoho renge kyo. Use o som das palavras para te guiar.

Faça isso pelo menos por duas semanas, OK?
Posso lhe pedir que me dê retorno com o resultado?
=)