sábado, 9 de junho de 2012

SGI na Rio+20 – Exposição Sementes da Esperança

Sementes da Esperança visa conscientizar quanto a mudança de postura frente aos dilemas que assolam a humanidade.
Qual futuro almejamos? Como superar os conflitos e construir uma civilização calcada no respeito, na confiança e na dignidade humana? A exposição Sementes da Esperança - Visões de sustentabilidade, passos para a mudança – retrata o futuro que desejamos, mostra as perspectivas de sustentabilidade possíveis e aponta os passos para a mudança. Como parte das ações da Soka Gakkai Internacional (SGI) dentro da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável – Rio+20 – a mostra estará aberta à visitação de 16 de junho a 15 de julho, no Planetário do Rio de Janeiro, com entrada franca.

A principal mensagem de Sementes da Esperança é a conscientização sobre a importância de se repensar a relação entre os seres humanos para superar os conflitos decorrentes da discriminação – intolerância étnico-religiosa, social, política e econômica. E, em especial, conscientizar os membros da família humana de que todos vivemos no mesmo planeta, e que a harmonia entre homem e meio ambiente é crucial para a plenitude global. Só assim será possível obter um real desenvolvimento sustentável. Sua realização é uma parceria entre a SGI e a Iniciativa Carta da Terra Internacional (ECI).
Sementes da Esperança já percorreu 20 países e territórios e visitada por 1,5 milhão de pessoas. O poder da transformação é o ponto comum que une os princípios da ECI e da SGI e conduz esta montagem. Os princípios da Carta da Terra são destacados em todos os painéis da exposição, que retratam de forma geral, os três fundamentos da Agenda 21: Aprender, Refletir e Empoderar.
Especialmente para esta edição brasileira, a mostra ganhará uma extensão denominada “Ambiências Urbanas no Brasil – Sujeitos e Ambientes em Constante Transformação” que apresenta as múltiplas dimensões da compreensão e concepção do espaço urbano brasileiro. Os temas abordados são: a forma como ocorreu a apropriação do território brasileiro; o modelo de desenvolvimento adotado; a formação do povo brasileiro; e, a reflexão sobre a possibilidade de uma “nova revolução” da vida que possa influir diretamente no equilíbrio do planeta e na convivência de todos os seres vivos.
Até novembro de 2011, a exposição Sementes da Esperança havia sido traduzida para quatro idiomas e montada em importantes espaços e eventos em 20 países e territórios, como: palácio de Haia, na Holanda; Centro para a Educação Ambiental da Índia; Conferência Anual da NGO do Departamento de Informações Públicas das Nações Unidas, em Bom; e na Olimpíada da Juventude, em Cingapura.

ATIVIDADES DA SGI NA RIO+20
Além da exposição– a SGI apresentará o documentário Cultivando Sementes da Esperança na Amazônia, especialmente feito para a ocasião. O filme mostra a atuação do Centro de Projetos e Estudos Ambientais da Amazônia (CEPEAM), junto à comunidade e pela preservação da floresta. O CEPEAM é mantido pela Associação Brasil SGI, representante brasileira da SGI. O filme será lançado oficialmente em 15 de junho, na abertura da mostra, mas está disponível no site da SGI clicando aqui. 
E, no dia 20 de junho, às 19h, na sala T-10 do Rio Centro, a SGI promoverá uma mesa de discussões sobre aprendizado para o empoderamento. Trata-se de um encontro de experiências sobre Educação relacionada com os conceitos de: sustentabilidade, paz & desarmamento e direitos humanos.

SOBRE A SGI
A Soka Gakkai Internacional (SGI) é uma organização não governamental (ONG) filiada às Nações Unidas, que visa à promoção de valores como a paz e o respeito humano. No âmago do movimento da SGI encontra-se o ideal da educação pela cidadania global. Por meio de ampla variedade de atividades, a SGI tem por meta a conscientização das responsabilidades com a sociedade, com o meio ambiente e com o futuro do planeta. Trata-se de educação no sentido mais amplo da palavra e não se limita às salas nem a um grupo em particular.

A SGI NO BRASIL
Valorizar cada vida de forma a promover o desenvolvimento humano em prol da construção de uma cultura de paz. Este é o objetivo primordial da Associação Brasil SGI (BSGI), desde a sua fundação. Para tanto, busca contribuir com ações conscientes que promovam o potencial humano, proporcionando a plenitude de cada indivíduo e abolindo qualquer tipo de discriminação.
Constituída em 1960, por Daisaku Ikeda, a entidade é a representante da SGI, em terras brasileiras. Com base em sua missão vêm promovendo exposições, intercâmbios com universidades e museus entre outras atividades nas áreas da educação e da cultura.

Serviço:
Exposição
Sementes da Esperança - Visões de sustentabilidade, passos para a mudança.
Local: Fundação Planetário
(Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea – RJ)
De 16 de junho a 15 de julho de 2012
Horário: Seg. a Sex., das 10h às 17h;
            Sáb. e Dom, das 14h às 18h
Contato: Wallace Moura – wallace@bsgi.org.br
             Fone: (021) 7762-2338 e (021)9732-3304




Nenhum comentário: